O setor de tecnologia tem se mostrado cada vez mais amplo. Hoje em dia ter um profissional de TI não é um luxo apenas para grandes corporações, mas sim para todas as empresas que buscam se manter competitivas e atuais. A tecnologia vem para facilitar processos, aumentar a produtividade da equipe e reduzir custos para a empresa. A FindUP, plataforma multifuncional que tem por finalidade otimizar o contato inicial entre técnicos e clientes interessados na prestação de serviços de assistência técnica, acredita que a busca pelo profissional adequado é essencial para o crescimento de uma empresa.

Confira alguns pontos importantes sobre as qualificações ideais que um profissional de TI precisa ter.

1 – Conhecimento em Big Data:                

Nos dias atuais, os conhecimentos de Big Data são uma exigência das empresas que estão em busca de um profissional de TI adequado. Essa complexa ferramenta de dados ajuda na identificação de possíveis “brechas” de segurança e permitem a transformação de dados não estruturados, tornando-os úteis. Dessa forma a companhia terá uma atuação mais estratégica e a tomada de decisões será mais assertiva.

2 – Familiaridade com aplicativos:

Um requisito básico para qualquer pessoa que deseja se tornar um bom profissional de TI é o conhecimento, principalmente quando falamos de aplicativos. É imprescindível saber programá-los. A familiaridade com a programação de aplicativos pode melhorar a automação, aprimorando processos e obtendo resultados mais satisfatórios.

3 – Domínio de idiomas:

Quem deseja trabalhar nessa área de tecnologia precisa conhecer alguns termos comuns que são utilizados. Muitos deles estão em outro idioma. É importante investir em cursos como espanhol, francês, inglês, alemão e até mesmo mandarim – grandes empresas chinesas estão voltadas para a área de   tecnologia e vem se destacando mundialmente neste segmento.

4 – Análise de Dados:

A análise de dados serve para manter a segurança dos dispositivos, já que essa é uma necessidade cada vez maior no mundo tecnológico que vivemos, onde as informações estão na nuvem e acabam exigindo que as empresas adotem soluções contra um possível ataque.

5 – Visão Global de negócios:

Uma atuação estratégica exige que se tenha um ponto de vista amplo. O profissional precisa conseguir discutir as questões de planejamento da segurança da informação, pois é assim que estará à frente da concorrência. Ter essa visão global é um diferencial para ir além do conhecimento técnico e conseguir aplicar o know how às demandas que a empresa necessita.

6 – Flexibilidade:

Ser flexível é uma competência essencial para se conseguir trabalhar em equipe e lidar com pessoas diferentes do seu perfil. O objetivo é ser colaborativo e compreender o outro, desenvolvendo essa habilidade, certamente, o profissional terá uma rede profissional sólida.

Por fim é preciso ficar atento a essas competências para que o perfil seja compatível com a organização que se almeja trabalhar.

Compartilhar